Polícia Civil desvenda crime de furto ocorrido em Delegacia de Taquarussu

Poucas horas da descoberta do crime de furto ocorrido na Delegacia de Polícia Civil de Taquarussu, investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) das Delegacias de Taquarussu e Batayporã, elucidaram o delito, prenderam três suspeitos, apreenderam três adolescentes por envolvimento e recuperaram as armas de fogo e objetos subtraídos.

Segundo nota à imprensa, a Polícia Civil disse que o crime ocorreu no final de semana, quando, não há plantões presenciais na unidade policial e os criminosos se aproveitando disso, arrombou uma das janelas do cartório central, provavelmente na madrugada de sábado para domingo ou madrugada de domingo para esta segunda-feira (19).

Os bandidos adentaram no local e subtraíram objetos apreendidos: sete telefones celulares, três armas de fogo, sendo dois revólveres e uma espingarda, um rádio portátil do tipo hand talk, pequenas porções de drogas apreendidas em procedimentos policiais, tais como maconha e crack e ainda dois coletes balísticos pertencendo ao Estado de Mato Grosso do Sul, um par de algemas e um distintivo da Polícia Civil, equipamentos de uso exclusivo policial.

Foram presos: José Ribeiro da Silva Neto de 22 anos, vulgo “R7”; Alfredo de Almeida Nunes de 20 anos, vulgo “Alemão”; Solange Barbosa da Silva de 41 anos e apreendidos três adolescentes, um jovem de 16 anos e duas meninas de 15 e 16 anos.  

Conforme a Polícia Civil, as diligências foram iniciadas assim que o crime foi descoberto, na manhã desta segunda-feira (19), quando os investigadores criminais foram acionados e no decorrer do dia, conseguiram encontrar e apreender parte dos objetos furtados num terreno baldio próximo da unidade policial.

Outra parte da res furtiva estava na residência de uma das adolescentes, de 15 anos, e parte na casa de Solange Barbosa da Silva, moradora da cidade de Batayporã.


Fonte: Jornal da Nova

Recomende nosso site

Ouça ao Vivo