PF deflagra operação contra quadrilha que planejava resgate de preso na Capital

Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (13), Operação Cerberus contra organização criminosa que planejava o resgate de um preso em Campo Grande, e especializada no contrabando de armas.

São oito mandados, sendo três de condução coercitiva, um de mandado de prisão preventiva e quatro mandados de busca e apreensão. A operação começou em Três Lagoas distante 338 quilômetros de Campo Grande.

Na Capital foram presos três rapazes, que não tiveram os nomes divulgados. Eles estavam em uma residência no Jardim Itamaracá. Policiais federais, com a ajuda do Batalhão de Choque chegaram à residência por volta das 4 horas da manhã. Um helicóptero fez sobrevoos na região.

Com a movimentação da polícia, dois autores tentaram fugir pulando os muros vizinhos, mas foram capturados pelos policiais. Na residência foram encontrados coletes a prova de balas e armamento, e dois veículos sendo um Ford Ka e um Fiesta.

As investigações tiveram início em março, quando o líder da organização, de 31 anos, planejou uma tentativa de fuga da Penitenciária de Três Lagoas com o uso de uma pistola calibre .380. Após a tentativa, o presidiário foi transferido para a Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande, de onde passou a contar com o apoio de sua namorada de 25 anos e outros três comparsas de 23, 22 e 21 anos respectivamente, para contrabandear armas de fogo que seriam revendidas no sudeste do país, além de orquestrar nova tentativa de fuga mediante a rendição e possível assassinato de agentes penitenciários durante escolta para consulta médica.

Cerberus

O nome da operação faz alusão à criatura responsável por impedir a fuga das almas de criminosos que tentavam escapar do inferno, segundo a mitologia grega. Os investigados serão conduzidos para a Polícia Federal em Campo Grande.


Fonte: Midiamax

Recomende nosso site

Ouça ao Vivo