Notícias

Número de refugiados reconhecidos sobe 12% no Brasil em 2016

Número de refugiados reconhecidos sobe 12% no Brasil em 2016
O número de refugiados reconhecidos no país aumentou 12% no país, em 2016, chegando a 9.552 pessoas de 82 nacionalidades. Os dados acumulados entre 2010 e 2016 foram divulgados nesta segunda-feira (20) pelo Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, para marcar o Dia Mundial do Refugiado. Do total de refugiados no país, 8.522 foram reconhecidos por vias tradicionais de elegibilidade, 713 chegaram ao Brasil por meio de reassentamento e a 317 foram estendidos os efeitos da condição de refugiado de algum familiar. Os países com maior número de refugiados reconhecidos no Brasil em 2016 foram Síria (326), República Democrática do Congo (189), Paquistão (98), Palestina (57) e Angola (26). Os pedidos de refúgio, segundo o Conare, caíram 64% em 2016, em comparação com 2015, sobretudo em decorrência
Leia Mais
20-06-2017

Ministro do STF tira competência de Moro para julgar Lula em três casos

Ministro do STF tira competência de Moro para julgar Lula em três casos
O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Edson Fachin, relator da Operação Lava-Jato, tirou do juiz federal Sérgio Moro a competência para julgar três casos que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que tiveram origem nas delações premiadas de ex-sócios e executivos da Odebrecht. As investigações deixarão de ser julgadas pela Vara Federal de Curitiba, onde Moro atua, e passarão para os tribunais da Justiça Federal de São Paulo e Brasília. Fachin acatou os argumentos das defesas do ex-presidente Lula e do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) de que os casos investigados não tinham relação direta com a Operação Lava-Jato, ou seja, não deveriam ser submetidas à responsabilidade de Sérgio Moro. Um dos casos envolvendo o ex-presidente Lula que foi enviado à Justiça Federal de Sã
Leia Mais
20-06-2017

Governo de MS gasta cerca de R$ 200 milhões por ano no combate ao narcotráfico

Governo de MS gasta cerca de R$ 200 milhões por ano no combate ao narcotráfico
O governo do estado de Mato Grosso do Sul gasta em média R$ 200 milhões por ano no combate ao narcotráfico na fronteira. O investimento é destinado à custódia de presos e manutenção de duas polícias estaduais de fronteira, o Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e a Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron). O delegado responsável pelo combate ao narcotráfico em Campo Grande João Paulo Sartori disse que esse dinheiro faz falta em outras áreas. “Se observarmos nossas estruturas interior afora, veremos que todas elas demandam em pessoal, veículos, uma estrutura melhor para que possamos fazer um serviço melhor”, afirmou o delegado. A maior parte das drogas apreendidas pelas polícias Militar e Civil tinha como destino outros estados. Esse tipo de tráfico deveria ser combatido exclusivamente por forças fe
Leia Mais
20-06-2017

Polícia Civil desvenda crime de furto ocorrido em Delegacia de Taquarussu

Polícia Civil desvenda crime de furto ocorrido em Delegacia de Taquarussu
Poucas horas da descoberta do crime de furto ocorrido na Delegacia de Polícia Civil de Taquarussu, investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) das Delegacias de Taquarussu e Batayporã, elucidaram o delito, prenderam três suspeitos, apreenderam três adolescentes por envolvimento e recuperaram as armas de fogo e objetos subtraídos. Segundo nota à imprensa, a Polícia Civil disse que o crime ocorreu no final de semana, quando, não há plantões presenciais na unidade policial e os criminosos se aproveitando disso, arrombou uma das janelas do cartório central, provavelmente na madrugada de sábado para domingo ou madrugada de domingo para esta segunda-feira (19). Os bandidos adentaram no local e subtraíram objetos apreendidos: sete telefones celulares, três armas de fogo, sendo dois revólveres e uma espingarda, um rádio portátil do tipo hand talk, pequenas
Leia Mais
20-06-2017

Caminhão é apreendido com 4,7 ton de produtos químicos transportados ilegalmente

Caminhão é apreendido com 4,7 ton de produtos químicos transportados ilegalmente
Nesta segunda-feira (19), policiais da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Mundo Novo apreenderam, um caminhão do tipo baú, com carga de produtos químicos (produto perigoso) transportada ilegalmente. Ação foi durante fiscalização ambiental no município de Eldorado. Segundo a PMA, o veículo pertencente a uma empresa com domicílio jurídico na cidade de Massaranduba (SC) transportava 4.769 kg de vários tipos de produtos químicos, para tratamento de madeira de eucalipto, com a licença ambiental necessária para o transporte do produto perigoso vencida. O produto perigoso e o veículo foram apreendidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Mundo Novo. O motorista e os responsáveis pela empresa responderão por crime ambiental e poderão pegar pena de um a quatro anos meses de reclusão. A empresa também foi autuada administ
Leia Mais
20-06-2017

Em mês de conscientização, número de acidentes no trânsito aumenta 53%

Em mês de conscientização, número de acidentes no trânsito aumenta 53%
Em pleno mês de campanha contra a violência e imprudência no trânsito, o 'Maio Amarelo', o índice de ocorrências em decorrência de acidentes nas ruas e avenidas de Nova Andradina aumentou 53%, em 2017, na comparação com dados do ano passado. 49 acidentes ocorreram durante o mês de maio, enquanto no mesmo período de 2016, foram 32. A média é de 1,58 acidentes por dia neste último mês de maio, sendo que na maioria houve colisão entre veículos/ ou veículos e motos/ ou ainda veículos e bicicletas. Foram 32 colisões, ou seja, 49%. O segundo maior índice é de queda de motos, com registro de 12 quedas, seguido de atropelamento com 8 registros, 4 quedas de bicicleta e 1 abalroamento. Motociclistas Cerca de 60 a 70% dos acidentes envolvem motociclistas. Em 2011, este índice chegou a 84%. Para o responsáv
Leia Mais
20-06-2017

Recomende nosso site

Ouça ao Vivo